Noooossa mas quanto tempo, mais de 1 ano sem postar aqui. Considerava como um diário que no futuro eu pudesse relembrar do passado, e na verdade o blog ainda esta sendo isso, então decidi atualiza-lo, e não me refiro de fazer isso sempre, infelizmente.

 Parece meio maluco ver que muitas coisas que antes a gente não pensava em viver sem, hj não fazer taanta importancia assim. Eu queria muito vir aqui e dizer que as coisas que mudaram hj me fez ser melhor e que as coisas agora estão bem, que ai eu estaria mentindo. Na verdade muita coisa mudou e confesso que algumas coisas preferia que continuassem iguais. Hoje eu estou mais confusa das coisas que quero do que quando comecei esse blog. As vezes prefiro que outras pessoas tomem decisões por mim, mas infelizmente não esta sendo bem assim, e ter que toma-las sozinhas é pior ainda.

Bom vou parar de papo que isso já esta ficando chato né, mas apesar de tudo aconteceu coisas bem boas, deixo isso pra depois...









A primeira vez que  vou a Bahia e já tenho a honra de conhecer um lugar tão lindo como esse...  Comecei o ano com o pé direito. 
 Saímos cedo de casa para ver se conseguimos pegar a missa, mas pela nossa 'sorte' ainda não havia começado. Então decidimos conhecer os diversos lugares escondidos desse lugar. Dentro é tão lindo, cada detalhe, cada um com seu significado. Porém por se tratar de uma gruta, é bem abafado, apesar dos ventiladores ajudar um pouco.
 Para os corajosos, ou os que não sabia que para chegar o topo parece tão perigoso (tipo eu), a vista lá de cima é muito linda. Não tenho palavras para descrever a beleza do lugar. Dá pra ver a cidade toda lá de cima. Mas não foi nada fácil chegar até lá.

Abaixo algumas fotos que tirei do lugar. 










A entrada do local é gratuito. E você que é fanático por artigos religiosos, já leva dinheiro, pois lá perto tem uma feirinha de coisas uma mais linda que a outra <3

Bom é isso, e até o próximo post.

Resultado de imagem para tumblr fraqueza

Eu sei que ao final desse texto alguém vai pensar, "porque você não cuida da sua vida", então queridinha, foda-se, vou opinar mesmo, sou assim e sempre serei assim.

 Tenho uma amiga que vive dizendo Não pra tudo e isso me irrita em proporção gigantesca. Nunca vou entender o porque ela se contenta com pouco,sempre as mesmas coisas  todos os dias e com as mesmas pessoas. E onde ela poderia estar fazendo a diferença, tudo que faz é ficar de braços cruzados. Mesmo quando eu vou até lá, depois de um trabalho danado, e ela vai e diz Não. Isso me sobe uma raiva tão grande. Como alguém consegue ser assim?
Porque não ir lá e ver se realmente é bom ou não, antes de sair por ai criticando tudo. Como consegue ser tão fraco a esse ponto. Deixar que o medo ou a vergonha o domine, e tome suas decisões. Por isso muitos dizem que sempre será assim, ficar na barra da saia da mãe pro resto da vida, porque não sabe dizer Sim as oportunidades da vida.

Sempre achei que essa fase de morar com a mãe é o momento de se arriscar mais, pois caso não der certo, terá a quem recorrer depois. Do quê cometer burrices na velhice né.
Odeio gente fraca, odeio as mesmice do cotidiano, odeio pessoas que se deixa ser dominada por sentimentos que não vai lhe acrescentar em nada.


(Texto: Kayane Almeida)

Denise und Johannes, Scheunenhochzeit von Grace & Blush Photography - Hochzeitsguide:

Olá gente, estou mega animada com esse novo quadro aqui do blog, poder saber ali da experiência de vocês sobre esses assuntos é muito importante. E para hoje vim trazer um assunto bem chato que esta acontecendo, pois quando penso que já esta resolvido, ele insiste em dizer o contrário. O local da festa.

Pra quem não sabe eu moro em chácara, e algumas pessoas da família dele também tem. Então local pra gente não teria problema, porém, algumas pessoas da família dele mora na Bahia. Deixa eu explicar do início.
Meu noivo tem uma irmã mais velha que se casou na Bahia, la é interior então a família cria gados, galinhas, plantações... Então a irmã quando se casou não gastou muita coisa. Pois sendo interior muita gente ajudou com várias coisas, seja doando comidas, bebidas e veja só a irmã dele até ganhou um vestido de noiva. Então segundo meu noivo, o custo de casamento la é bem menor pois teria muita gente pra ajudar. O problema é, minha família mora em Goiás.

Eu não conheço ninguém da Bahia, e ele quer que a gente viaje pra lá em Janeiro justamente para eu passar a conhecer todos, mas claro que não seria a mesma coisa né. Onde já se viu casar e meus pais não estiver ali por perto. Ta, tem a opção deles viajarem para lá, mas eu tenho irmãs que trabalham, amigas que quero que sejam minhas madrinhas; pessoas importantes que quero que estejam presentes porém não podem parar suas vidas apenas para ir até a Bahia me ver casar né.

O noivo porém, tem irmã, primos, tios, amigos que moram em Goiás e podem estar presentes, e apenas os pais deles poderiam estar fazendo essa viagem para o casamento. Vamos ter mais gastos? Talvez. Afinal casamento gasta mesmo né. Não vejo motivos de economizar em uma festa assim tão importante se meus amigos e família não estarão lá.

Sei que essa viagem que vamos fazer para conhecer os pais dele em janeiro, ele vai querer diversas vezes mudar minha opinião.
Então quero saber o que vocês acham sobre isso? Se já passaram por algo parecido? O que fizeram pra resolver...