Eu me sinto infinito.

 Você já leu um livro onde se identificou com a história?
Algumas pessoas passam por coisas muito piores do que as minhas. É verdade.
As vantagens de ser invisível conta a vida de Charlie, sobre seu dia a dia, e a cada página vamos conhecendo mais desse garoto depressivo e sem amigos. Em uma escola nova, Charlie tenta "participar", mas logo nos primeiro dias, o primeiro amigo que ele faz é um professor que empresta livros pra ele.
É estranho, porque às vezes eu leio um livro e acho que sou a pessoa do livro.
  Gosto muito de livros sobre jovens e colegial, mas tem que ser aquele livro que agente se identifica, e que tal situação já aconteceu com agente. A parte de ser nova em escola, de tentar fazer novos amigos... Charlie até tenta, mas sempre existe aquele grupinho maldoso da escola. Charlie acaba indo parar no grupo dos deslocados, e Patrick e Sam viram seus melhores amigos.
Você vê as coisas. Você guarda silêncio sobre elas. Você compreende.
 Não precisa ficar surpreso quando Charlie começa a gostar de Sam, mas ele é tão 'inocente' que nem tenta conquistar a garota, que tem namorado, e do dia pra noite ele começa a namorar uma garota só porque deu um beijo nela. Quem não tem aquela amiga doida que só porque ficou com um cara e já acha dona dele?
Sei que sou quieto, e que devo falar mais. Mas se soubesse as coisas que passaram pela minha cabeça, você saberia o que significou de verdade. O quanto somos parecidos, e como passamos pelas mesmas coisas.

 Bom, achei o livro simplesmente perfeito. Já vi o filme duas vezes e pretendo ver mais vezes. É o tipo de livro que agente se identifica em algum ponto.
- Por que pessoas legais escolhem pessoas erradas para amar? 

2 Comentários

  1. Gostei bastante pelo o que você escreveu !
    Acho que vou procurar
    Beijoos
    http://on-ee-off.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Já assisti o filme e amei <3 Pretendo em breve ler o livro.

    ResponderExcluir