A Train to Paradise

 Eu nunca fui muito boa com despedidas, não tive muitas em minha vida, mas de uns tempos pra cá estou pensando muito nisso.
 Ano passado, uma amiga de muitos anos decidiu ir morar em Santa Catarina, e veio passar as férias aqui, conversamos e decidimos dividir o aluguel de uma casa, mas lá em SC, o problema é que toda a minha família esta aqui, e não vai ser nada fácil me despedir. Eu já me decidi, de fato quero ir morar lá, eu sempre quis morar sozinha, mais perto da cidade, mas sem precisar ficar longe da família.
 O combinado foi de ir para SC ano que vem, já que acabei de arrumar um trabalho, mas se caso isso acontecer, fazer faculdade pagando aluguel, as despesas terá que ser cortado, justo eu que gasto tanto.
 As vezes até acho que não estou totalmente pronta pra ir morar sozinha, ainda dependo da minha mãe pra muita coisa, mas terei até o final do ano pra decidir isso.
  Ainda tenho um certo medo de me arrepender depois, ir para uma cidade que você não conhece ninguém, que não terá a família por perto.

3 Comentários

  1. Acredito que toda experiência nova em nossas vidas traz um certo medo ou até mesmo um receio do tipo "será que eu vou conseguir?",mais ao mesmo tempo ela nos proporciona um crescimento pessoal muito grande.

    Páginas em Preto

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Falando bem a verdade, ir embora sempre é um problema. Mas você se acostuma, sério! Morei 1 ano sozinha, mas minha história é bem diferente, minha mae vinha todos os fins de semana me ver, e eu ainda morava perto de uma tia, primos e tio. Ou seja, o desapego com a familia não foi tão grande.

    Eu ainda estou te devendo o post sobre morar sozinha, mas pretendo ainda esse mes postá-lo lá, e se demorar, pode me cobrar, viu?
    Beijos

    www.acrescentada.com

    ResponderExcluir
  3. eu sempre digo que quero morar sozinha, eu por exemplo já compro itens de decoração, alguns itens da casa e vou juntando tudo num baú tipo uma espécie de enxoval. Antes eu namorava 6 anos e sonhava em sair de casa com ele, fazia planos de sair em no máximo no ano de 2016. Agora solteira, tenho que me virar e sair sozinha, não penso em ir tão longe, penso em ir para a capital ou em alguma cidade vizinha da minha mesmo (moro no litoral de SP). Mas confesso que dá sim um aperto em pensar que não terei 24hrs a família perto, porque mesmo independente tem sempre algo que eu dependo da minha mãe ou do meu pai. Mas olha só, isso faz parte, uma hora em algum momento da vida temos que nos desprender e construir nossa própria vida, ter medo de sair da zona de conforto e obedecer os medos e permanecer sem arriscar, não é saudável. Arrisque! e se der errado, volta pra casa dos pais e tenta de novo.

    Grande beijo
    Vem me visitar?
    Uma noite em Paris

    ResponderExcluir